Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Eu, ele e a Alice

Eu, ele e a Alice

Dormir como um anjo, só mesmo o bebé

Dormir? Só que não.....

 

11230293_1396494034009750_1983532973_n.jpg

 

Dormir, essa palavra aparece no meu cérebro a brilhar tal um anjo a descer dos céus.

 

Tenho uma facilidade em adormecer incrível e podia adormecer em qualquer lugar desde que estivesse encostada a algo, não importava o lugar ou barrulho. De carro se fosse no ligar do pendura ainda não tínhamos andado 1 minuto que que já estava a dormir, não sou boa companheira de viagem, eu não falo, durmo. Na praia, estendo a toalha se não for a água ou houver algo para fazer, deito me nela e pumba, já estou a dormir. Era daquelas pessoas que aproveitava o domingo para por o sono em dia, dormia até a me doer o corpo.

 

Adoro aquela sensação de quando estas a adormecer, sentes teu corpo a ficar mais pesado a encostar-se total e completamente contra o colchão, o alivio que teu corpo sente ao descomprimir, o arrepio e dor na coluna de não estar a fazer mais esforço para manter este corpo direito, as pernas e pés a ficarem pesados contra o colchão contentes por não estarem a aguentarem mais peso, a sensação de paz que a mente e alma tem ao sentir isso tudo ao mesmo tempo. Adorava...

 

A partir do momento que somos mãe, dormir é algo raro e precioso. É verdade que os primeiros meses são mais difíceis. Mas mesmo agora não é pera doce, durante o dia não dormes porque estamos a trabalhar e quando estas em casa ao fim de semana e para organizar e limpar a casa. Então só te resta dormir de noite e mesmo assim não é a noite completa pois tua criança acorda ainda para um biberon e a minha menina agora acorda muito mais a noite por causa do calor, resumindo tanto eu como meu marido andamos aqui a dormir em pé!

 

Desde que fui mãe parece que durmo a correr, literalmente, depois de deitar a Alice e fazer mais umas tarefas de casa e preparar as coisas para o dia seguinte lá me vou deitar e como diz minha cunhada, eu ainda não pousei a cabeça na almofada e já adormeci, de verdade, não me lembro de adormecer, durante a noite acordo mais umas vezes e de manhã quando me levanto parece que levo a cama as costas de tão cansada que estou. A 10 meses que não sei o que é estar sem sono ou cansada.

 

Dizem que depois de sermos mãe nunca mais dormimos como antigamente, nunca teremos um sono descansado pois acordamos umas 5 vezes só para ver se o bebé esta bem.

 

Mas do fundo do coração, espero um dia voltar a dormir 8 horas seguidas, hó pa, espero mesmo!

 

Mamã da Alice

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D