Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Eu, ele e a Alice

Eu, ele e a Alice

3 mais 2 igual a 5

Como podem ter entendido a nova aventura já começou, os gémeos já nasceram e já tem 4 meses, 2 lindos meninos em perfeita saúde.

 

Bem-vindos, Martim e Olavo

 

Correu tudo dentro dos possiveis, eles estão cá fora, eles estão bem. Mas adivinhem quem se ressentiu com isso tudo? A menina dos meus olhos, minha princesa Alice.

 

Quando estavavamos com outras pessoas nem se notava tanto, mas quando estava só comigo e com o pai a historia já é outra pedia sempre colo, mimo e muita atenção, o que é perfeitamente compreensivel. Se estávamos com um dos gémeos ao colo ou a dar-lhes de comer ele pedia sempre atenção insistentemente, então sentamo-la ao nosso lado ou no nosso colo para não se ressentir, quando estamos a dar-lhes leite ela pede sempre o sei “tinho” maneira dela de dizer leitinho e faço-lhe sempre um pouquinho assim ela não chora nem tenta arrancar o biberão aos manos. Ela tem ciúmes da atenção que eu e o pai damos aos manos, o que não é de estranhar de todo e acho normal!

 

Mas mesmo bom, mesmo bom é ela adorar os manos, adora mesmo, quer sempre pegar-lhes ao colo, dar beijinhos, se eles choram e estamos noutra divisão da casa, ela vai a correr ter com eles tenta ela acalma-los ao colocar a chupeta, dar o doudou ou vem a correr chamar por nos e diz que estão a chorar.

 

Pensava que por esta altura do campeonato já estaria habituada a ser mãe de 3, não é bem a palavra habituar que quero usar, é remorsos, é isso, sinto muitos remorsos por não conseguir dar a devida atenção a cada um como gostaria. Custa muito quando por exemplo estou a estou a dar de comer a um mas o outro começou a chorar e mal acabo de comer não ficou mais um pouco de tempo com ele ao colo quando esta com a “bebedeira do leite” ali super aconchegadinho no meu colo, não, tenho logo que o pousar para dar atenção ao outro.

 

Mas custa mais é a Alice, pois ela pede para brincar com ela, para ler uma historia, para pintar ou jogar a apanhada, seja la o que for, maior parte das vezes tenho que lhe dizer para esperar que naquele momento não dá, as vezes espera outras chora, ainda ontem, fiquei de coração partido, fui deita-la e ia ler-lhe uma historia como sempre, ela já estava na cama com o livro na mão quando os rapazes começaram a chorar imenso, tive la ir para acalma-los e voltar a adormece-los, quando finalmente consegui vou ao quartinho dela e minha princesa que estava a dormir, literalmente abraçada ao livro! Digam-me la que que não é de partir o coração, minha menina adormeceu a espera que a mamã lhe fosse ler uma historia.

Vejo na cara dela que fica triste, confusa e fica muito quietinha sem saber muito bem o que fazer e isso e isso deixa me muito a nora, pois sei que minha princesa que só tem 2 aninhos não entende porque a mãe não pode logo ir ter com ela, ela não entende porque ela ainda é uma bebé que também precisa da mãe….

 

Tanto eu como o P. estamos a aprender a lidar com esta prole, que fisicamente não é fácil,psicologicamente é pior, mas estamos a aprender!

 

Mas também existem dias cómicos, vou começar a estar mais atenta ao blogue e contar como é esta aventura, pois não é só tratar deles a todo um leque de lidas que tem de ser feitas ou tentamos......

22068625_10155349617829930_643100910_o.jpg

 

 

 

Mamã da Alice, Martim e Olavo

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D